1 aluno

ARTE

Conforme a Proposta Curricular do MEC, um dos principais objetivos do ensino de Arte na EJA deve ser a experimentação e exploração das possibilidades de cada linguagem artística. É importante que o aluno da EJA, além de produzir e se desenvolver nas linguagens artísticas que já fazem parte da sua experiência de vida, entre em contato, experimente, explore e se desenvolva no aprofundamento de cada linguagem, que deverá ser considerada em sua extensão, ampliando seu repertório expressivo e sua capacidade de compreensão do mundo.
Outro objetivo é levar a compreensão e a utilização da arte como linguagem, mantendo uma atitude de busca pessoal e/ou coletiva, articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a investigação, a sensibilidade e a reflexão ao realizar e fruir produções artísticas.

CIÊNCIAS

Observe como as Ciências estão cada dia mais presente em nossa vida: estamos enfrentando uma pandemia causada por um vírus, isso tem relação com Ciências, inclusive todas as técnicas de higienização das mãos, que todo mundo se acostumou a ouvir nas últimas semanas. E mais: . estamos usando novas tecnologias, seja na nossa casa, na nossa forma de se comunicar ou na nossa forma de aprender. De alguma forma, todas essas novas tecnologias tem relação com essa fascinante matéria! Esperamos que cada aula possa te motivar ainda mais a conhecer esse infinito universo das Ciências Físicas, Químicas e Biológicas!

EDUCAÇÃO FÍSICA

A disciplina de Educação Física na Educação de Jovens e Adultos representa, para os educandos, a possibilidade de contato com a cultura corporal do movimento. É papel da Educação Física formar o educando cidadão que vai (re)produzir e transformar essa cultura corporal a partir da percepção dos benefícios humanos advindos dos jogos, esportes e ginásticas; levando-o ao exercício crítico da cidadania e à melhoria da qualidade de vida. É seu direito o acesso a esse universo de informações, vivências e valores em uma perspectiva de construção e promoção da saúde, de utilização proveitosa do tempo de lazer e de expressão de afetos e sentimentos em diversos contextos de convivência. A Educação Física contribui para mostrar aos adolescentes, jovens, adultos e idosos os benefícios da prática regular de atividade física a partir de metodologias de ensino que possibilitem a experimentação de atividades prazerosas, de modo que eles queiram continuar a praticá-las também fora do espaço escolar. Os objetivos gerais, objetivos específicos e eixos temáticos propostos para o ensino da Educação Física na Educação de Jovens e Adultos seguirão o mesmo modelo dos estabelecidos para o ensino regular do município propostos para a disciplina. Contudo, é importante que alguns pontos sejam observados a fim de atender às necessidades do público em questão. Para tal, cada professor deverá adaptar o currículo objetivando facilitar o processo ensino-aprendizagem.

Disponibilizamos na pasta da “Educação Especial”algumas atividades diversificadas !

FILOSOFIA

Filosofar é contar história com método (refletir), é pensar o mundo cotidiano, é dialogar tempos e espaços. O reconhecimento do outro e do eu, a denominação de sensações e a sistematização do que poderia parecer apenas uma divagação e uma viagem sem sentido fazem da Filosofia um ambiente rico de possibilidades para a compreensão da sociedade de todos os tempos e para a interdisciplinaridade, em meio à qual ela sempre esteve.

Gestada por milênios e jamais acabada, a Filosofia carrega, em seu desenvolvimento, um paralelo com o processo pedagógico, que sofre constantes influências do contexto em que se desenvolve e se transforma conforme as necessidades para a sobrevivência e o melhor aproveitamento.

GEOGRAFIA

A Geografia oferece toda uma gama de arcabouço teórico para que o professor ou professora oriente o seu aluno e aluna para compreender as várias características físicas deste planeta que ele e ela vivem e também as especificidades sociais que estão diretamente relacionadas com a cultura, a história, a economia, a tecnologia, o sistema político e os valores estabelecidos nas mais variadas regiões deste planeta, sempre com um foco especial para o Brasil.

A utilização de todo arcabouço teórico da Geografia é de fundamental importância que o professor e professora busquem durante todo o processo de ensino–aprendizagem que seus alunos e alunas consigam conectar a teoria com a prática, partindo do seu espaço familiar, da sua rua, do seu bairro, do seu município, do seu país e a partir daí, também se faz necessário que o aluno e a aluna possam ir além, pois várias situações vivenciadas por eles têm relações diretas com o que está acontecendo além dos limites territoriais do Brasil.

HISTÓRIA

“ A Educação é a ferramenta mais poderosa que podemos usar para mudar o mundo.” Nelson Mandela

A Proposta Curricular tem como objetivo estabelecer relação entre a vida individual, profissional e social; identificando relações sociais em seu próprio grupo de convívio, na região e no país, reconhecer que as histórias individuais são partes integrantes e histórias coletivas. Compreender e valorizar a diversidade cultural do mundo e entender nossa formação cultural como resultado da união das culturas indígenas e africanas como povos organizados política e socialmente. Valorizar o direito de cidadania como condição para fortalecer a democracia, respeitando-se as diferenças e lutando contra os preconceitos e desigualdades sociais.

INGLÊS

O aprendizado da língua inglesa só será significativo se o aluno puder fazer alguma conexão com sua realidade, portanto o ensino precisa ser empregado e vivenciado de uma forma significativa. Considerando a proposta sócio interacionista (Vygotsky,1993) é necessário o contato com a língua em situações reais de comunicação, por meios que possibilitem ao aluno participar em situações autênticas do uso da língua estudada.

LÍNGUA PORTUGUESA

Pensar sobre o ensino e a aprendizagem de Língua Portuguesa, para alunos jovens e adultos, requer a compreensão de alguns aspectos próprios do universo dos alunos. O estudo de Língua Portuguesa será trabalhado através de eixos de Leitura e Oralidade, Análise Linguísticas (usos da língua) e Produção Textual. Pretendemos abordar o desenvolvimento do discurso, ampliando os recursos expressivos e o domínio das variedades linguísticas na modalidade oral. Compreensão da Leitura por níveis de complexidade, adequando esse processo ao grau de dificuldade dos textos, intertextos e hipertextos e das atividades pro- postas. Escrita de textos expondo e trocando ideias, argumentando e contra-argumentando, interpretando e refletindo a respeito de diferentes textos (verbais, não verbais e icônicos – verbais), temas e situações – problema. Construção de conceitos, estabelecendo relações e manipulando informações sobre a língua para apropriar–se processualmente, de uma visão mais ampla do conteúdo apresentado e do contexto do uso da língua.

MATEMÁTICA  

O ensino de Matemática, dentro do currículo da EJA, deve considerar suas especificidades, demandas e potencialidades, priorizando a qualidade das relações interpessoais, abordando novas e melhores práticas pedagógicas, criando condições necessárias para que o educasse reconheça a importância social da Matemática e seu uso adequado nas atividades concretas, sejam elas de trabalho, da vida social ou familiar. Assim, o aluno da EJA terá condições de se tornar agente de transformação de seu ambiente, participando mais ativamente no mundo do trabalho, das relações sociais, da política e da cultura. O componente curricular de Matemática para a EJA compõe-se de um conjunto de conceitos e procedimentos que englobam métodos de investigação e raciocínio, formas de representação e comunicação, ou seja, abrange tanto os modos próprios de indagar sobre o mundo, organizá-lo, compreendê-lo e nele atuar, quanto o conhecimento gerado nesses processos de interação entre o homem e os contextos sociais e culturais. Compreender a Matemática como construção humana, relacionando seu desenvolvimento com a transformação da sociedade.

 

  ATIVIDADES  COMPLEMENTARES

GERAR: A proposta é articular temas do campo da Literatura, Filosofia, História, Direitos Humanos e atualidades  Repensando  o cotidiano através do encontro e da troca de ideias, é uma importante ferramenta de fortalecimento coletivo, rompendo com a fragmentação de conteúdos. A reflexão em torno de temas da atualidade, na interface entre textos, notícias e vivências pode ser também capaz de quebrar preconceitos e ao mesmo tempo tecer para o educando,  novas possibilidades  de conhecimentos.

SALA DE LEITURA: Proporcionar novas oportunidades de incentivo à leitura.

OFICINA DE FOTOGRAFIA: Deseja  capacitar e desenvolver os estudantes para que entendam informações diversas e as interprete de forma crítica e consciente. O ensino da arte pode contribuir para aumentar esse universo expressivo, cognitivo e perceptivo do aluno, explorando sua capacidade de imaginar e representar seu cotidiano.

 

 

Grátis